domingo, 19 de fevereiro de 2017

Contributos para a História da Igreja em Portugal
As instalações SUD em Setúbal 

Em 27 de agosto de 1978 chegaram a Setúbal os primeiros missionários SUD formando a primeira congregação que passou a reunir nas instalações da Quinta de São Jerónimo, junto à Estrada Nacional 10, à saída da cidade. 

No dia 26 de fevereiro de 1980 A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, adquiriu por escritura pública, assinada em seu nome pelo presidente da Missão Lisboa, uma moradia na Avenida General Daniel de Sousa, em Setúbal, atendendo a que o espaço da quinta se manifestava insuficiente. 

Em 1 de dezembro de 1980 a congregação deixou as instalações da Quinta de São Jerónimo, onde começaram as suas reuniões, e mudou-se para o novo espaço na ampla avenida. 

No ano de 1983, fruto do crescimento da Igreja na cidade de Setúbal, procedeu-se à aquisição de um terreno com cerca de 4.000 M2, na Rua Fialho de Almeida, na zona da Camarinha. 

Em 1987 foi construída de raiz uma capela no terreno então adquirido, dividindo-se a congregação, ficando a pertencer à designada Setúbal I os membros com endereço a poente da linha do caminho-de-ferro e a Setúbal II os que residiam a nascente da mesma. 

No dia 28 de junho de 2005 a Igreja adquiriu uma propriedade designada por “Quinta da Azedinha”, junto à Avenida dos Ciprestes para ali edificar uma nova capela atendendo a que as instalações da Avenida General Daniel de Sousa se mostravam desadequadas. 

Em 25 de Março de 2017 será realizada a cerimónia de lançamento da primeira pedra da nova capela destinada a acomodar os santos dos últimos dias setubalenses, que esperamos seja aberta ao culto no próximo ano de 2018 tal como o Templo de Lisboa, com obras de construção em curso no Parque das Nações em Lisboa. 

Rui Canas Gaspar

2017-fevereiro-19

sábado, 17 de setembro de 2016

Começaram os trabalhos e certamente os membros da Igreja gostarão de ver o desenrolar da obra do Templo de Lisboa

Seis anos depois de ter sido anunciado pelo Presidente Thomas Monson e nove meses depois do lançamento da primeira pedra, o dia 16 de setembro de 2016 poderá considerar-se como o primeiro da construção do templo de Lisboa.

Foi neste dia que as máquinas pesadas começaram a remover o terreno e as equipas de operários iniciaram os trabalhos de vedação do mesmo preparando o espaço para os trabalhos de edificação do conjunto composto pela capela e edifício do primeiro templo mórmon a ser erigido em solo português e o segundo na península Ibérica.

A vedação do espaço com chapas metálicas deverá ter na ordem dos três metros de altura inviabilizando a observação dos trabalhos a partir do exterior.

Atendendo ao interesse da mesma por parte de largas centenas de pessoas, especialmente os comuns membros da Igreja, será desejável que se possa construir uma “janela/miradouro” para quem desejar fotografar e observar o desenvolvimento dos trabalhos de construção.

Este espaço de observação não é inédito em obras singulares e já foi utilizado, por exemplo, em Setúbal, aquando das grandes obras de construção do Centro Comercial Alegro.


Rui Canas Gaspar

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Se calhar vale a pena pensar nisto

Desde sempre que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias ensinou e insistiu sobre o viver de forma previdente, evitando as dívidas e fazendo reserva financeira, alimentar, espiritual e intelectual.

A partir do início do ano 2000 esta temática foi mais assertiva, causando natural estranheza a quem constantemente a ouvia e escutava.

Nalguns países da Europa foram até chamados missionários para o Serviço de Bem-Estar tendo como objetivo não só levar esta mensagem diretamente a todos os pontos do país, mas sobretudo partilhar formas teóricas e práticas de a colocar em vigor.

No nosso país à beira mar plantado, o casal missionário percorreu mais de cinco mil quilómetros de norte a sul de Portugal continental e Ilhas da Madeira e dos Açores, fazendo reuniões práticas para largas centenas de pessoas.

Foram muitos aqueles que ouviram a voz dos profetas e os ensinamentos dos missionários. Porém talvez nem todos os que ouviram os escutaram, tanto mais que então se vivia num tempo de relativa abastança.

É sabido que profeta é aquele que alerta e adverte para o que virá e não aquele que comenta o que passou. Mas… o facto é que os gostamos de ouvir, mas sempre somos reticentes a escutar e muito mais a colocar em prática os seus ensinamentos e advertências.

O mundo em geral vive tempos conturbados e a Europa em particular atravessa uma época difícil, sendo que o nosso pequeno Portugal, está na crista da onda.
Neste friorento dia de sábado, fui encontrar no meu arquivo uma imagem que em 2011 achei engraçada mas que nunca esperei que o artista que a pintou tivesse dotes de profecia. Será que ele foi daqueles que ouviu e mais do que isso escutou?

Se calhar vale a pena pensar nisto.

Rui Canas Gaspar


2016-fevereiro-20

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Renascido das cinzas, graças à maravilha da engenharia moderna, com o trabalho  dos homens e pela vontade de Deus.

No coração das Montanhas Rochosas, em Provo, no Estado Norte-Americano de Utah, um violento incêndio ocorrido em 17 de dezembro de 2010 destruiu completamente o histórico Tabernáculo Mórmon, cuja edificação inicial ocorreu entre os anos de 1883 e 1898.

Devido à natureza dos materiais usados na sua construção depois do difícil combate por parte dos bombeiros locais, apenas restou o exterior do edifício, tendo todo o miolo sido consumido pelo fogo.

Num invulgar e difícil trabalho da engenharia moderna e tendo por principal objetivo manter a traça e memória daquele que era um dos mais emblemáticos edifícios do Estado de Utah, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias procedeu à recuperação do imóvel.

O renascido edifício foi transformado num Templo, cujas portas abertas para visitação pública ocorrerão a partir de 15 de janeiro de 2016, o ano em que no outro lado do Atlântico, em Portugal, se darão  início às obras de edificação do Templo de Lisboa.

Para se proceder à recuperação do edifício de quase 3.200 toneladas o mesmo foi suspenso no ar e as suas paredes foram assentes em estacaria com doze metros de altura, criando nesta faze da obra um cenário surreal.

Para dar maior estabilidade às paredes de tijolo foi aplicado no interior uma camada de betão formando uma resistente parede interior.

E é agora como um moderno e bem construído edifício que o antigo Tabernáculo Mórmon de Provo renasce das cinzas, como um belo templo, o segundo erigido naquela cidade onde se encontram sedeadas a principal Universidade patrocinada pela Igreja S.U.D. e o principal Centro de Treino Missionário para os jovens mórmons.



Rui Canas Gaspar

2016-janeiro-14

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Discurso final que antecedeu a bênção de dedicação da abertura de terra do Templo de Lisboa

Eu creio que seja apropriado iniciar o meu pensamento num dia como este de hoje com uma expressão de gratidão. Uma expressão de gratidão pelo dia em si, por este lindo dia, neste lindo local, num país que foi tão abençoado.
Eu quero dar graças por vocês, pela vossa fé, pela vossa dedicação, pela vossa devoção.

Damos as boas vindas e reconhecemos os nossos amigos aqui presentes hoje, a quem amamos e por quem estamos gratos. Reconhecemos que nenhum de nós vive aqui nesta faze mortal da nossa existência sozinhos, que estamos juntos, que aprendemos a amar-nos uns aos outros e aprendemos a abençoar as comunidades em que vivemos inseridos e reconhecemos que nenhum de nós somos ilhas e que trabalhamos sozinhos.

Dou graças por aquela música e pela forma como foi expressa. 

Grato pelos sentimentos e pensamentos que foram aqui compartilhados pelos anos de fé que representam. Eu sinto muito fortemente hoje que estou aqui perante vós a beber água de um poço que não cavei.

Eu estou aqui hoje, convosco, para abrir a terra como símbolo de um novo início, representando 40 anos de fé e de devoção e de muitas formas nós bebemos, todos nós, de poços que não cavamos, mas num dia como hoje, como já fomos convidados, nós podemos juntar-nos em ação, podemos determinar que vamos viver uma vida melhor, que vamos viver uma vida mais digna, que vamos ser mais bondosos como vizinhos, mais fieis, melhores, mais verdadeiros às nossas crenças, mais amorosos, mais pacientes, mais fortes.

Estou consciente de que estamos aqui numa cidade, hoje, em que muito raramente entre as cidades neste mundo é uma cidade que é observada por uma estátua de Jesus Cristo, é algo muito raro, e tudo isso que simboliza, a história que representa para este país, as possibilidades do futuro que isto representa.

E agora aqui estamos nós, na alvorada da construção de mais um edifício sagrado que vai ser ereto como símbolo de um povo fiel, que vai estar nesta cidade como lembrete de que ainda existem pessoas de fé e o papel que a fé tem neste mundo tão frequentemente perturbado.

Os templos, para os membros da Igreja, lembram-nos que nós vivemos numa terra que não aconteceu por acaso, que não somente aconteceu por acidente cósmico, mas que de facto este mundo foi criado e que o nosso papel aqui foi previsto, e que o nosso papel aqui, como famílias, foi previsto, e que nós podemos estar juntos como famílias para sempre.

Ao construirmos templos nós reconhecemos que pelo mundo fora temos mais do que 20 000 capelas, mas os templos são muito mais raros. Hoje em dia existem 148 templos em operação e este adicionará a esse número assim como os outros em construção, mas estamos em crer que acreditamos que eles trazem bênçãos às terras e nações e comunidades e países e aos povos que residem nesses países, e acreditamos que este templo fará o mesmo.

Nós temos a tendência em olhar retrospetivamente e eu penso mais uma vez no conceito de estar junto a um poço que não cavei e penso nos muitos que cavaram e que já há muitos anos tem cavado, há tantos que nós podemos nomear aqui, mas eu penso sobre Elder Hillan, por exemplo, que tocou a vida de tantos de nós, lembro do Elder José Teixeira, mais recentemente, que tocou tantas vidas também, penso neles, penso nas suas famílias, penso nas suas esposas, nas suas famílias e penso nos muitos outros que eles representam.

Nós temos a tendência para olhar em retrospetiva na história e pensar que aqueles foram dias fantásticos, temos a tendência em olhar para o passado e reconhecer que esta foi uma nação que estava durante centenas de anos a acrescentar às fronteiras do entendimento, a criar mapas do mundo a descobrir e eu também venho de um país que pode olhar para a nossa história gloriosa e rica, mas há um perigo para que todos nós de que olhamos para trás e pensamos que aqueles dias foram dias áureos e não olhamos para a frente, reconhecendo que podemos ter dias muito melhores à nossa frente.

Na fé nós fazemos o mesmo. Como uma Igreja muitos de nós, muitos dos nossos jovens, serviram missões e existe o risco de que olharão em retrospetiva e dirão que estes foram os dias áureos da minha vida quando servi a minha missão. Como nação, nós podemos olhar e pensar que esses foram os dias áureos, quer pensemos no Estado, ou no estado de nossa fé, precisamos de olhar avante.

E ligarmo-nos para que tenhamos um grande futuro, para que os nossos filhos tenham um grande futuro, para os nossos netos e seus filhos tenham um grande futuro, em segurança numa terra que olha para a frente, numa fé que olha para a frente assim como para trás, uma fé que acredita num grande futuro, uma fé que acredita como nós que o nosso Salvador vai voltar, trazendo paz e glória quando voltar.

Eu dou graças por podermos viver em liberdade. Que existem aqueles que lutam pela liberdade da fé e que muitos coexistem. Eu dou graças por este lindo dia, neste lindo local. Eu dou graças por estar entre amigos, entre irmãos e irmãs desta família eterna de que somos parte.

Uma referência nas Escrituras que gostaria de compartilhar convosco que sumariza aquilo que é possível quando as pessoas agem em fé, acontece numa altura no Livro de Mórmon em que o Salvador já tinha visitado as outras ovelhas, ensinou-as, ministrou a elas, e abençoou-as deixando-as numa condição de fé fortalecida e de entendimento de quem eles são e diz em 4º Néfi, no 15º versículo:

“E aconteceu que não havia contendas na Terra em virtude do amor a Deus que existia no coração do povo. E não havia invejas, nem disputas, nem tumultos, nem libertinagens, nem mentiras, nem assassinatos, nem qualquer espécie de lascívia e certamente não poderia haver povo mais feliz entre todos os povos criados pela mão de Deus.

Não havia ladrões, nem assassinos, nem havia Lamanitas, nem qualquer espécie de itas, mas eram um, os filhos de Cristo e herdeiros do reino de Deus.

Esta é uma fotografia do que pode suceder quando nós vivemos com mais fé, com mais bondade, quando somos melhores vizinhos, mais fieis mais serenos, mais abençoados pelas nossas crenças, aconteceu então e pode voltar a acontecer e eu sei que pode voltar a acontecer quando vivemos de acordo com preceitos porque fomos ensinados.

É o meu privilégio agora de oferecer uma oração e uma bênção de dedicação, neste momento de abertura de terra, no lugar do Presidente Monson, da Primeira Presidência e do Quorum dos Doze Apóstolos que enviam o seu amor e a sua bênção sobre todos os que aqui estão e eu vou agora oferecer essa oração.

Elder Patrick Kearon

Presidente da Área Europa de AIJCSUD

Notas:
Discurso proferido em língua inglesa, no sábado 5 de Dezembro de 2015, no Parque das Nações, em Lisboa.
Para os que estavam a assistir em direto no local do evento, coube a um intérprete local fazer a tradução para português.
Para os que escutavam e ouviam via internet e televisão satélite, a voz do intérprete era a de Luís Câmara Manoel, o setubalense que a partir de Salt Lake City, é responsável pela equipa de interpretação para a europeia língua portuguesa.
Em poucos segundos o sinal de fibra ótica ia de Lisboa a Salt Lake City e retornava para os recetores de todo o mundo.
A passagem do audio para atual texto escrito é de minha responsabilidade.
Rui Canas Gaspar

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Algumas características do Templo de Lisboa

Localização:  EXPO 98 – Parque das Nações - Av. D. João II, 1990 - 364
Freguesia de Moscavide – Concelho de Loures

Aquisição do terreno:  7 de junho de 2013
Lançamento da “primeira pedra”:  5 de dezembro de 2015
Previsão de acabamento da obra: 2018
Área total do terreno:  18.920 M2 destinado ao Templo, Capela e instalações de apoio
Área bruta autorizada para construção: 11.514 M2
Altura do chão ao topo da estátua do Anjo Moroni: 43 metros
Estacionamento: 117 lugares
Construção: antissísmica em betão
Revestimento exterior: pedra calcária
Decoração: Vitrais nas janelas e retorcidos tipo "estilo manuelino"
Pavimentos interiores: revestidos com mosaicos, pedra e carpete
Portas e ombreiras: madeira
Corrimões:  bronze

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Aqui temos a notícia mais aguardada pelo Santos dos Últimos Dias portugueses

Esta é uma agradável surpresa e outras se seguirão!...

"Estimados Irmãos, 

Cerimonia de Abertura de Terra do Templo de Lisboa Portugal 

Temos a satisfação de anunciar que a cerimónia de abertura de terra do Templo de Lisboa Portugal será realizada no dia 5 de Dezembro de 2015, um sábado. 

O Élder Patrick Kearon, da Presidência de Área Europa, presidirá o evento. 

O acesso ao local será exclusivamente por convite, e a cerimónia será transmitida pela Internet para as sedes de estaca do distrito do templo. 

Detalhes adicionais serão comunicados ao se aproximar a data da cerimónia. 


Aguardamos ansiosamente o início da construção do Templo de Lisboa Portugal."

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

ÚLTIMA HORA
Rumores diversos estão a correr no sentido de informar que a cerimónia de abertura de terra (lançamento da primeira pedra) do Templo de Lisboa estará agendada para o próximo mês de dezembro deste ano de 2015.
Ao que julgamos saber dentro de poucos dias será transmitido oficialmente a data e os pormenores desta importante cerimónia.

quarta-feira, 15 de julho de 2015



A construção do Templo de Roma encontra-se parada
Com o exterior praticamente concluído o Templo de Roma encontra-se com a construção parada desde o início deste ano de 2015, uma situação muito pouco comum nas construções de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Embora não seja do nosso conhecimento qualquer notícia ou comunicado oficial sobre o porquê desta situação, membros locais afirmam que tal facto se deve a um diferendo entre a Igreja e o empreiteiro.
Segundo essas fontes o construtor teria utilizado materiais de qualidade inferior ao que estaria contratado, motivo que ocasionaria o diferendo e a consequente paragem da obra.
Os materiais utilizados nos templos SUD são devidamente contemplados no pormenorizado caderno de encargos e são do melhor que existe, de modo a que estas edificações sejam construídas para durar centenas ou milhares  de anos e não apenas algumas décadas.
De notar que o templo está a ser construído em betão armado e será revestido com granito Bianco Sardo, pedra extraída e tratada em Itália, enquanto no interior será usado o mármore Perlato Svevo igualmente oriundo de vários locais daquele país.
O Templo de Roma, e edificações de apoio, uma das mais importantes obras em curso na capital italiana, está a ser construído num amplo terreno junto a importantes vias rodoviárias na periferia de Roma.
Esta importante obra foi anunciada pelo Presidente Thomas S. Monson em 4 de outubro de 2008 tendo a primeira pedra sido dedicada em 23 de outubro de 2010 e estando inicialmente prevista a dedicação desta Casa do Senhor em meados de 2016, o que será muito difícil de acontecer devido a este diferendo.
Rui Canas Gaspar
2015-07-15

www.temploportugal.blogspot.com

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Portugal volta a ter duas Missões SUD

Portugal vai ter de novo duas Missões de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. A partir do Verão a Missão Portugal Lisboa, voltará a ser dividida e reaparecerá a Missão Portugal Porto.

O Presidente Stephen L. Fluckiger que liderou os missionários em Portugal, regressará ao seu país natal.


Para liderar a Missão Portugal Lisboa foi chamado o presidente Victor Tavares, enquanto que para a nova Missão Portugal Porto a responsabilidade foi entregue ao Presidente Joni L. Koch.

terça-feira, 22 de outubro de 2013


Fica em Lisboa o maior lote de terreno adquirido na Europa e destinado a um templo SUD

É de 97.250 metros quadrados a área total de terreno adquirida por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias para ali ser implantado o Templo de Lisboa – Portugal, construções de apoio e um parque verde privativo, aberto à população, embora condicionado a normas próprias de utilização.

Esta é a maior porção de terreno adquirido na Europa pela Igreja com este tipo de finalidade fica localizada na denominada “Quinta de Montezelos” na freguesia do Lumiar, concelho de Lisboa.

sábado, 5 de outubro de 2013

Em 5 de outubro de 2013 no decurso da 183ª Conferência Geral  o Presidente Thomas S. Monson, líder mundial de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, anunciou que foi ultrapassada a marca de 15 milhões de membros da Igreja espalhados pelo mundo.


domingo, 22 de setembro de 2013

Informações não confirmadas oficialmente apontam o lançamento da primeira pedra do Templo de Lisboa – Portugal para finais de 2014, início de 2015 altura em que deverá ser dedicado o Templo de Roma – Itália, que se encontra em construção.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Um lugar histórico para os mórmons portugueses

Foi aqui, naquele que é conhecido hoje por Forum Lisboa, antigo Cinema Roma, um edifício tão caro aos SUD de Portugal e onde atualmente funciona a Assembleia Municipal de Lisboa, que teve lugar em 27 de setembro de 2011 a votação por parte dos Deputados Municipais que dariam o aval para que a Câmara Municipal de Lisboa pudesse vender à Igreja, os terrenos onde irá ser edificado o Templo de Lisboa.


A votação que originou a alienação foi aprovada por maioria com os votos a favor dos deputados municipais do PS e 1 independente. Votaram contra: PCP/ BE/ MPT/ PEV. Abstiveram-se: PSD/ CDS-PP/ 3 IND/ PPM.

domingo, 26 de maio de 2013

Foi adquirido um terreno no Parque das Nações

Depois de terem sido adquiridos os terrenos onde irá ser construído o Templo de Lisboa, no Paço do Lumiar, a Igreja adquiriu este mês de maio de 2013 um outro terreno que constituía uma forte possibilidade  alternativa para a construção do templo.


Trata-se de um grande terreno com a área total de 18.920 M2 localizado no Parque das Nações, o belo espaço da capital portuguesa, onde teve lugar a Expo 98, terreno destinado a edificar as novas instalações que irão albergar as congregações sedeadas na capela da Gago Coutinho bem como a  congregação de Sacavém.

sexta-feira, 3 de maio de 2013


Um dia histórico para os mórmons portugueses

Na sexta-feira, dia 14 de Dezembro de 2012 o vento forte a as chuvas de Inverno causaram inundações em Amarante e em Ovar, localidades situadas a poucos quilómetros a norte a capital. Todo o território nacional encontrava-se em estado de alerta devido às adversas condições climatéricas que se faziam sentir.

Em Lisboa, as gaivotas esvoaçavam, piando de forma estridente, em torno da Praça D. Pedro IV, disputando o alimento com os muitos pombos, clientes habituais das esplanadas daquele emblemático espaço lisboeta, vulgarmente conhecido entre os seus habitantes por Rossio e onde se pode apreciar o lindo edifício do Teatro Nacional D. Maria II.

Foi neste dia que o mandatário de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em Portugal se dirigiu ao cartório notarial, onde se encontrou com os representantes das entidades vendedoras para formalizar a aquisição de 87.250 M2 de terreno propriedade da Câmara Municipal e de outra parcela anexa ao mesmo propriedade de um particular.

No espaço adquirido, o maior em toda a Europa para esta finalidade, será edificado o Templo, instalações de apoio ao mesmo e um amplo parque verde.

Antes de partir para missão Gerson Santos visita com sua família o 
local onde será erigido o Templo de Lisboa - Portugal

No dia primeiro de maio de 2013, a família Santos esteve no terreno onde irá ser edificado o Templo de Lisboa – Portugal. O bispo Carlos Santos, líder da Ala Setúbal II e sua esposa Lili, acompanhados das suas 4 filhas, quiseram estar como família neste solo onde irá ser edificada a Casa do Senhor com os seus dois filhos prestes a partirem para Missão.

O Gerson, filho mais velho, vai servir no Brasil, enquanto o Fábio aguarda que o seu chamado missionário seja aprovado.

Quando estes dois jovens retornarem de missão não irão reconhecer este local, dado que é suposto nessa altura o templo estar prestes a ser concluído.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013


Líderes mórmons de Cabo Verde e de Portugal visitaram o terreno onde irá ser erigido o Templo de Lisboa

Aconteceu no domingo 13 de janeiro de 2013, pela manhã os líderes SUD de Cabo Verde fizeram uma visita guiada ao terreno onde irá ser erigido o templo e depois do almoço outros pertencentes a diversas estacas e distritos de Portugal se lhes seguiram, conforme relatado na página oficial portuguesa na internet.

A propriedade adquirida pela Igreja fica localizada frente ao campo de golf do Paço do Lumiar e relativamente perto do Museu do Trajo e do Museu do Teatro.

Trata-se da Quinta de Montezelos ou do Paço e era propriedade da Câmara Municipal de Lisboa antes de ser adquirida por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

A quinta comporta um espaço cerca de dez vezes maior que o ocupado pelo Templo de Madrid e onde para além do templo e suas estruturas de apoio aos utilizadores mórmons, serão também erigidas estruturas que servirão o público em geral, nomeadamente um amplo parque/jardim.

Não está anunciada ainda a data do início da construção deste que virá a ser o maior espaço mórmon da Península Ibérica.

domingo, 6 de janeiro de 2013


Vem aí o Templo de Lisboa

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias já fez a escritura de compra e venda de um amplo terreno destinado à  construção do Templo de Lisboa, um espaço dez vezes maior que aquele que é ocupado pelo Templo de Madrid.

“Já é público” disse em Oeiras o Elder Teixeira da Silva, presidente da Área Europa, na quinta-feira dia 27 de dezembro de 2012 no decurso de uma reunião com missionários que servem nas Estacas de Lisboa, Oeiras, Setúbal e Distrito de Santarém.

Embora a localização do espaço não tivesse sido anunciada, tudo indicia tratar-se de um terreno sito no Paço do Lumiar.

Aguarda-se a todo o momento a divulgação de um comunicado oficial sobre este assunto.

domingo, 9 de setembro de 2012


Em Oeiras nada de novo...

Ainda não foi desta que se soube mais alguma coisa sobre o anunciado Templo de Lisboa.

No decurso da reunião levada a efeito em Oeiras, no sábado, 8 de setembro de 2012, o  Elder Nelson na sua alocução apenas se referiu ao templo dizendo que gostaria de voltar a Portugal para ver o Templo de Lisboa, porém a construção teria de ser rápida porque o seu tempo de permanência nesta terra está a ficar muito reduzido. Disse, manifestando uma muito boa disposição.

No período de perguntas e respostas um dos participantes perguntou sobre como estava o desenvolvimento do processo do Templo, ao que Elder Teixeira da Silva, Presidente da Área Europa, respondeu: “as coisas estão a andar…”, nada mais tendo acrescentado sobre o assunto.

sábado, 18 de agosto de 2012


O segundo fim de semana de setembro é de novidades

É já no sábado, dia 8 de setembro de 2012 que as mulheres SUD, maiores de 18 anos, pertencentes às Estacas de Oeiras, Lisboa, Setúbal e Distrito de Santarém, terão uma reunião entre as 09,30 e as 12,30 no Hotel Alagoas Park, Porto Salvo com as esposas dos líderes da Igreja Elder Russel M. Nelson, do Quorum dos Doze Apóstolos; Elder Ronald A. Rasband, da Presidencia dos Setenta; Bispo Gerald Caussé, do Bispado Presidente; Elder Teixeira da Silva, Presidente da Área Europa e Elder Kent F. Richards, da Presidência da Área Europa.

Enquanto decorre esta grande reunião feminina, na Capela de Oeiras, os líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, reunirão com as presidências de Estaca e Distrito de Portugal bem como com os bispos e presidentes de ramo de todas as congregações de Portugal e Presidente da Missão e liderança da Estaca de Cabo Verde.

Pelo grupo de líderes acima descritos, pelo facto de estarmos a quase dois anos do anúncio feito pelo Presidente Monson sobre o Templo de Lisboa, adivinha-se que tipo de novidades serão transmitidas aos SUD neste segundo fim de semana de setembro de 2012.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

CONVITE Tenho o prazer de o convidar para a apresentação pública de: "PORTUGAL - O FAROL DA EUROPA" o primeiro livro escrito por um português e editado em Portugal sobre a temática do mormonismo. O evento terá lugar nas instalações da Igreja SUD, na Rua Fialho de Almeida (ao Bairro da Camarinha) em Setúbal, no sábado, dia 28 de Maio de 2011, pelas 20,30 horas. Rui Canas Gaspar
Posted by Picasa

sábado, 2 de outubro de 2010

O site oficial da Igreja em Portugal publicou assim a notícia da construção de um templo no nosso país.

Anunciado um Templo em Lisboa, Portugal

O Presidente Thomas S. Monson anunciou a construção de um templo em Lisboa, Portugal, o 12º na Europa e o 157º em todo o mundo.

O Presidente Thomas S. Monson anuncia a construção de 5 novos templos, na primeira sessão da Conferência Geral da Igreja. Um dos templos anunciado foi o de Lisboa, Portugal

2 de Outubro de 2010 — Salt Lake City, Utah, Estados Unidos da América.

SALT LAKE CITY — Durante a Conferência Geral da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o Presidente da Igreja, Thomas S. Monson, anunciou a construção de um templo em Portugal. Outros quatro novos templos foram também anunciados

Será o primeiro tempo a ser construído em Portugal e o 12º na área da Europa. A localização precisa do templo, na área metropolitana de Lisboa, será anunciada mais tarde.

O novo templo irá servir os membros da Igreja – conhecidos como SUD (Santos dos Últimos Dias) – em todo o país, num número que ultrapassa os 38 mil, reunidos em 68 congregações.

Os templos da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias diferem das capelas e locais de reunião, onde regularmente se reúnem a cada domingo os mais de 13 milhões membros da Igreja em todo o mundo.

Os templos são considerados como a “Casa do Senhor”, onde os ensinamentos de Cristo são reafirmados através do casamento, baptismos e outras ordenanças (rituais) que unem as famílias para a eternidade.

O novo templo da Igreja irá ser o 157º templo em funcionamento, anunciado ou construído (ver a lista oficial dos templos da Igreja no website oficial da Igreja, no endereço http://www.lds.org/temples).

Posted by Picasa
HOJE DIA 02 DE OUTUBRO DO ANO DE 2010 FOI ANUNCIADO PELO PRESIDENTE THOMAS S. MONSON, LÍDER MUNDIAL DE MAIS DE 14 MILHÕES DE MÓRMONS, A CONSTRUÇÃO DE UM TEMPLO EM PORTUGAL, O QUAL IRÁ SERVIR OS 38 000 MEMBROS DE A IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS DESTA QUE É A MAIS ANTIGA NAÇÃO EUROPEIA.
ESTE ESPAÇO DESTINA-SE A ACOMPANHAR TODA A HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DESTA "CASA DO SENHOR" DESDE O SEU ANÚNCIO ATÉ À SUA ENTRADA EM FUNCIONAMENTO.